[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Visão

[/vc_column_text][vc_separator color=”peacoc” align=”align_center”][vc_column_text]

Bebe com oculosOptometria

A Optometria é uma ciência da área da saúde, com base na física. A Optometria existe no mundo há mais de cem anos, sendo praticada em mais de 130 países.

A palavra optometria deriva etimologicamente do grego optometron, sendo esta decomposta em opto, que provém de opsis que significa “visão” e de metron que significa “medição”. A Optometria é uma ciência especializada no estudo da visão, especificamente nos cuidados primários da saúde visual.

Numa aceção mais atual é a ciência que deteta, analisa e compensa problemas visuais de natureza refrativa, funcional, binocular, com o propósito de prescrever lentes compensadoras, ajudas visuais (lupas, telescópios, etc.), treino e/ou reabilitação visual.

A Optometria é uma profissão fundamental nas sociedades modernas no que respeita à intervenção preventiva na área da saúde visual. É uma profissão dos cuidados primários da saúde visual que é autónoma e auto regulada.

O Optometrista é um especialista dos cuidados primários da saúde visual, que pratica Optometria e que fornece cuidados extensivos em visão e sistema visual, que inclui refração e prescrição, deteção/diagnóstico e acompanhamento/tratamento de doenças oculares e a reabilitação/tratamento de condições do sistema visual.

Contactologia

A contactologia é uma especialidade da Optometria que tem por objetivo o desenho, fabricação e adaptação da lente de contacto (LC) mais adequada em função dos resultados do exame optométrico. Esta especificidade foi reconhecida pela Academia Americana de Optometria (AAO), em 1945, e exige que o Optometrista que pretende adaptar LC possua uma formação específica. O grau de rigor necessário para a adaptação de LC incrementou-se após a declaração da Food and Drug Administration ( FDA ), em 1968, nos Estados Unidos da América (EUA), que atribuiu às LC a categoria de produtos sanitários.

A prática da contactologia consiste, basicamente, em submergir uma pequena lente no fluido lacrimal, tornando-a pouco visível, confortável e capaz de proporcionar uma adequada compensação ótica, durante o tempo necessário, sem prejudicar a saúde ocular a curto, médio e longo prazo. É tarefa do Optometrista especializado em LC determinar qual a lente apropriada para cada paciente em função das condições que apresenta, sintomas, sinais oculares e resultados do exame refrativo, devidamente anotado na ficha clínica.

Corretamente desenhada e adaptada, uma LC compensa e, por vezes, reduz ametropia, irregularidades corneais e determinadas disfunções binoculares. As LC são também amplamente utilizadas como ajudas terapêuticas em diversas patologias do segmento anterior do olho e mesmo em anomalias de tipo funcional, tais como a amblipia ou as dificuldades para a visão cromática. Atualmente tem vindo a confirmar-se a hipótese de que determinados tipos de LC podem ter um papel fundamental na diminuição da progressão da miopia em crianças.

Tonometria

A tonometria é um exame que permite a medida da pressão intraocular. É fundamental para o diagnóstico e acompanhamento do paciente com glaucoma.

Apesar de simples, sua realização nas consultas é muito importante, indolor e extremamente rápida sendo realizada em menos de 2 minutos para ambos os olhos.

Medidas da pressão intraocular são consideradas dentro dos parâmetros normais quando aferidas entre valores de 10 a 20mmHg.

Existem pacientes que não possuem dano no nervo ótico que possuem medidas pressóricas acima de 20mmHg (chamados Hipertensos Oculares) e outros com dano ao nervo óptico mesmo apresentando medidas pressóricas abaixo de 20mmHg (chamados Glaucoma de Pressão Normal).

A pressão intraocular é o principal fator de risco para o glaucoma e a redução da PIO é o único tratamento cientificamente comprovado capaz de conter a evolução da doença. Portanto, a medida precisa da PIO é importante para o diagnóstico e acompanhamento do paciente glaucomatoso.

O aparelho pode ser de não contacto (sopro) ou de aplanação acoplado ao aparelho (lâmpada de fenda).

O aparelho de sopro tem uma zona onde a pessoa apoia o queixo e de seguida o médico alinha o feixe de luz. É enviado um sopro de ar para o olho que permite medir a alteração da luz na córnea durante o sopro.

O de aplanação mede a força que é preciso para achatar determinada zona da córnea. O tonómetro tem uma zona onde a pessoa encaixa a testa e o queixo, e depois o médico ajusta a luz do aparelho até ao olho. O olho é previamente anestesiado com gotas de colírio, de seguida é regulada a tensão do aparelho e executa-se as medições.[/vc_column_text][vc_cta_button title=”Voltar” target=”_self” color=”btn-info” icon=”none” size=”wpb_regularsize” position=”cta_align_right” css_animation=”right-to-left” href=”http://azclinic.pt/web/index.php/exames/”][/vc_column][/vc_row]